Aula 11 - Morfologia:

Advérbio
 

Advérbio é a palavra que, fundamentalmente, modifica o verbo, exprimindo determinada circunstância (tempo, modo, intensidade, etc.).

Ex.: Cheguei cedo.
verbo
advérbio

Ex.: Falaram muito.
verbo
advérbio

Alguns advérbios podem também modificar um adjetivo ou outro advérbio.

Ex.: Eram alunas
muito
bonitas.
 
 
adjetivo

Ex.: Eles chegaram
bastante
cedo.
 
 
advérbio

Em certas construções, o advérbio pode modificar uma frase inteira. Nesses casos, o advérbio estará ou no início ou no final da frase, de preferência separado por vírgula.
Ex.: Todos voltaram, felizmente.
Ex.: Certamente, todo homem é mortal.

Locução Adverbial

Freqüentemente o advérbio não é representado por uma única palavra, mas por um conjunto de palavras. A esse conjunto de palavras, geralmente formado por preposição mais substantivo, adjetivo ou advérbio, dá-se o nome de locução adverbial. Eis alguns exemplos:
Ex: Ele resolverá, em breve, o problema.
Ex: Sabia o poema de cor.

Observe mais alguns exemplos de locuções adverbiais: à direita, à esquerda, à frente, à vontade, em vão, por acaso, frente a frente, de maneira alguma, de manhã, de súbito, de propósito, de repente, ao léu

Classificação dos Advérbios

Os advérbios e as locuções adverbiais são classificados conforme a circunstância que expressam. Apresentamos a seguir as principais circunstâncias, seguidas de alguns advérbios e locuções adverbiais comumente empregados para exprimi-ias.

a) afirmação :sim, certamente, efetivamente, realmente, sem dúvida, com certeza.
b) dúvida: talvez, quiçá, possivelmente, provavelmente.
c) intensidade: muito, pouco, bastante, demais, menos, tão.
d) lugar: aqui, ali, aí, cá, lá, atrás, perto, abaixo, acima, dentro, fora, além, adiante, à direita, à esquerda.
e) tempo: agora, já, ainda, amanhã, cedo, tarde, sempre, nunca, de manhã, de repente.
f) modo: assim, bem, mal, depressa, devagar, calmamente, afobadamente, alegremente, à vontade, ao léu.
g) negação: não, tampouco, de maneira alguma.

As palavras onde, como e quando, usadas em frases interrogativas (diretas ou indiretas), são chamadas advérbios interrogativos.

Onde expressa circunstância de lugar.
Ex: Onde você mora? (interrogativa direta)

Como expressa circunstância de modo (equivale a de que maneira).
Ex: Não sei como ele fez isso. (interrogativa indireta)

Quando expressa circunstância de tempo.
Ex: Quando você volta? (interrogativa direta)

Flexão de Grau

A categoria dos advérbios é classificada como invariável porque não varia nem em gênero nem em número. Certos advérbios, no entanto, admitem flexão de grau.
À semelhança dos adjetivos, são dois os graus do advérbio: comparativo e superlativo.

Grau comparativo

a) de igualdade
Forma-se o comparativo de igualdade antepondo-se tão ao advérbio e pospondo como ou quanto.
Ex: Ele chegou tão cedo quanto o colega.
Ex: Falava tão bem como o pai.

b) de superioridade
Forma-se o comparativo de superioridade antepondo-se mais ao advérbio e pospondo que ou do que.
Ex: Ele chegou mais cedo que (do que) o colega.


Os advérbios bem e mal admitem também o grau comparativo de superioridade sintético, expresso respectivamente pelas formas melhor e pior.
Ex.: Na corrida dos cem metros, Pedro se saiu melhor que (do que) eu.
Ex.: Em matemática, Carla está pior que (do que) eu.

c) de inferioridade
Forma-se o comparativo de inferioridade antepondo-se menos ao advérbio e pospondo que ou do que.
Ex: Ele caminhava menos apressadamente que (do que) o colega.

Grau superlativo

O superlativo pode ser sintético ou analítico.

a) sintético: a alteração de grau é feita pelo acréscimo de um sufixo ao advérbio.
Ex: Cheguei cedissimo.

b) analítico: a alteração de grau é feita com o auxílio de outro advérbio, no caso, um advérbio de intensidade.
Ex: Cheguei muito cedo.

Emprego dos Advérbios

a) Quando se coordenam vários advérbios terminados em -mente, pode-se usar esse sufixo apenas no último advérbio.
Ex.: Estava dormindo calma, tranqüila e sossegadamente.

b) Antes de particípios não se devem usar as formas sintéticas do comparativo de superioridade (melhor, pior), e sim as formas a analíticas (mais bem, mais mal).
Ex.: Aquelas alunas estavam mais bem preparadas que as outras.
Ex.: Esta roupa parece mais mal acabada que aquela.

c) Na linguagem popular, é comum o advérbio receber sufixo diminutivo. Cumpre observar que, nesses casos, o sufixo não adquire valor propriamente diminutivo, e sim valor superlativo.
Ex.: Ele chegou cedinho. (muito cedo)
Ex.: Moro pertinho de você. (bem perto)

d) Ainda na linguagem popular, é comum a repetição do advérbio a fim de intensificá-lo.
Ex.: Devo chegar cedo, cedo.
Ex.: Parto logo, logo.


Palavras Denotativas

Certas palavras que se assemelham a advérbios não pertencem, segundo a Nomenclatura Gramatical Brasileira, a nenhuma classe de palavras específica. Elas são simplesmente chamadas palavras denotativas e podem indicar inclusão, exclusão, realce, entre outros aspectos.

a) inclusão: até, inclusive, também.
Ex: Ele também foi.

b) exclusão: apenas, salvo, menos, exceto.
Ex: Todos, exceto eu, foram à festa.

c) explicação: isto é, por exemplo, a saber, ou seja.
Ex: Ele, por exemplo, não pôde comparecer.

d) retificação: aliás, ou melhor.
Ex: Amanhã, aliás, depois de amanhã iremos à festa.

e) realce: cá, lá, é que.
Ex: Sei o que está fazendo agora!

f) situação: afinal, agora, então.
Ex: Afinal, quem está falando?

g) designação: eis.
Ex: Eis o verdadeiro culpado de tudo.


Atividades
1- Nos textos seguintes, identifique os advérbios.
a) "Hoje coberto de areia e pedregulhos, Marte já foi um lugar bem mais aprazível, há cerca de 2 bilhões de anos." (Superinteressante, n. 2; fev. 2000, p. 14)
b) "Contei rapidamente os caboclos que iam com ele, contei os meus e asseverei que a cerca não se derrubava." (Graciliano Ramos)
c) "Sempre tivera o gosto perverso de certas mulheres pela calva dos homens, e aquele apetite insatisfeito inflamara-se com a idade." (Eça de Queirós)
d) "Pela segunda vez em dois dias, a patroa voltou hoje ao quarto do Sr. Timóteo." (Lúcio Cardoso)
e) "Cândido era um grande menino, beiçudo, louro, de olhos verdes e maneiras difíceis de indolência e enfado. Atravessou devagar a sala, dobrando a cabeça, cobrindo o rosto com a manga, castigado pela curiosidade pública." (Raul Pompeia)
f) "Se eu não olhasse Ezequiel, é provável que não estivesse aqui escrevendo este livro, porque o meu primeiro ímpeto foi correr ao café e bebê-lo." (Machado de Assis)

2- Acrescente advérbios às frases seguintes, de acordo com uma das circunstâncias sugeridas.
a) A empresa lucrou. (intensidade/tempo/lugar)
b) O baile terminou. (tempo/lugar/modo)
c) As torcidas organizadas provocaram confusão. (afirmação/intensidade/lugar)

3- Nas frases abaixo, indique a circunstância expressa pelo advérbio em destaque:
a) Ele falava muito mal.
b) Ali se vendem relógios.
c) Acordamos cedo.
d) Eles estudaram bastante.
e) Ele certamente virá.

4- Reescreva as frases seguintes, corrigindo-as.
a) Este jogador está melhor posicionado que aquele.
b) Esta questão está pior elaborada que aquela.

5- Intensifique os advérbios em destaque com advérbios de intensidade.
a) Não sabia que você dirigia mal.
b) Moro longe da escola.
c) Costumo acordar cedo todos os dias.
d) Apesar do despreparo físico, o time jogou bem.

6- Substitua as locuções adverbiais por um advérbio, sem alterar o sentido das frases.
a) Com a chegada da polícia ao cassino, os jogadores saíram às pressas.
b) A chuva desabou de repente, sem que esperássemos.
c) Em breve vão inaugurar aqui um lava-rápido.
d) "Vou ficar com certeza maluco beleza" (Raul Seixas)


Desenvolvido por Roberto de Avila Zamoner - © 2007 Roberto de Avila Zamoner